MCE Telecamp

Com a chegada do novo coronavírus todos fomos postos à prova. Fomos obrigados a repensar a forma como nos comunicamos e como nos encontramos. Assim nasceu o MCE Telecamp como resultado do cancelamento do acampamento de Verão da Diocese de Leiria-Fátima. De 7 dias passaram a 3, das atividades feitas com proximidade passamos a atividades à distância. Uma coisa é certa, a vontade de “estarmos juntos” e de fazermos algo em Movimento era tão grande que existiu a necessidade de fazer alguma coisa, mesmo estando longe uns dos outros. Aqui ficam as páginas de um diário escrito durante o Telecamp.

04 agosto de 2020

Hoje, se tudo acontecesse como planeado no início do ano pastoral, já estaríamos a sentir o calor no nosso acampamento, sob a terra batida e com as tendas montadas... Mas este ano foi diferente, está a ser...
Ainda assim, o MCE quis trazer para as nossas casas um bocadinho do que é o espírito de acampamento (ainda que saibamos que fica sempre aquém..!!)
Hoje já montamos uma tenda no quarto, na sala ou na varanda.. que aventura! A seguir vamos rezar com a proposta que vão colocar nas redes sociais! É verdade que não vamos rezar o Pai Nosso a dar as mãos com o suor e a terra de acampamento, mas vamos certamente sentir-nos unidos numa forma tão única que experimentamos neste Movimento...
Amanhã a oração está "marcada" para as 10h! Vou dormir na minha tenda e imaginar que amanhã me vão acordar ao som de tachos!

5 de agosto de 2020

Hoje acordámos no nosso saco-cama, na nossa tenda, mas na nossa casa. Imaginamos como seria bom acordar todos juntos e ver as caras de sono uns dos outros.
Por coincidência ou por ironia do destino, o tema da oração da manhã foi precisamente a mudança: "Se não mudas, nada te muda". Percebemos que a mudança é essencial e faz parte da vida, o que foi perfeitamente ao encontro ao facto do acampamento presencial se ter tornado num Telecamp, que, apesar de não ser espetacular, talvez seja uma mudança necessária nas nossas vidas!
A seguir, tivemos um pequeno jogo em que tínhamos de encontrar um objeto específico o mais rápido possível. Pois, já estão mesmo a ver como é que foi, não é? Uma verdadeira confusão, mas daquelas confusões que nós gostamos.
À hora de almoço tivemos um tutorial de como fazer alho Francês à Brás, com direito a inovações, como ketchup, atum, molho de tomate e frango.

Como não podia faltar um tema para discutir, a equipa temática mostrou-nos um vídeo sobre os problemas que a pandemia provocou e estivemos a pensar e partilhar opiniões em pequenos grupos. Não me perguntem como, mas tenho quase a certeza que eles nos leram a mente, porque os problemas do vídeo eram exatamente os mesmo que nós tínhamos!
Com o passar do tempo e estando sempre sentados em frente ao computador, tivemos a oportunidade de fazer uma aula de zumba com a professora Manu e o professor João para queimar as calorias do almoço!
À noite voltámos a ter uma oração, desta vez sobre o convite que o Papa Francisco fez aos jovens, para que se levantassem e mudassem o mundo com a motivação e alegria que lhes é característica!
Agora vou-me deitar com a lágrima no canto do olho, porque amanhã é o último dia de “acampamento” e não vou poder abraçar as pessoas com quem passei estes momentos maravilhosos!

6 de agosto de 2020

Hoje acordámos pela última vez neste telecamp, dentro da nossa tenda, em nossa casa. No entanto, ao contrário de ontem sentimos uma grande saudade, só de pensar que passou tudo tão depressa…
Este dia foi dos três o menos preenchido tendo começado com uma oração de manhã, às 10h (o que continuamos a achar muito cedo mesmo não saindo de casa). Sentimos que a oração nos deu a energia que estávamos a precisar para pôr a cabeça a funcionar para o próximo jogo.
A atividade final do acampamento foi então iniciada! O jogo do emoji!
O jogo consistiu em decifrar frases ou expressões a partir de alguns emojis.
A seguir ao jogo chegou a hora da despedida do telecamp, infelizmente. Era muito claro o sentimento de apego que tínhamos ganho em relação ao encontro e a uns aos outros, por isso é que tentámos ao máximo enrolar a despedida…
Iremos todos olhar para este telecamp sempre com saudade, tanto do encontro em si como das pessoas que lá estiveram, embora fique sempre por saciar a vontade de ser um encontro presencial!

Partilha esta notícia com os teus amigos!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.